quinta-feira, 21 de agosto de 2014

Fazendo as Malas - San Andres Parte 4

Confira antes a parte 1, a parte 2 e a parte 3!

Pra variar um pouquinho, nesse dia a maré também não deixou a gente conhecer conhecer Cayo Bolívar. Aproveitamos para tomar um café com calma no Juan Valdez (de novo!) e fomos alugar um carrinho de golfe (de novo!).

Milkshake de mocka!
Suco de... Lulo?

Dessa vez tínhamos destino certo: queríamos conhecer o Westview (já havíamos lido que La Piscinita era igual e, entre os dois, optamos pelo que parecia mais completo). Fomos direto até lá, estacionamos o carrinho (tem um mini estacionamento em frente de graça) e pagamos a entrada. O valor inclui um saquinho de pão para você alimentar os peixes! Alugamos um colete também e, para quem quiser, também tem snorkel e pé de pato. 

São três as maneiras de se chegar à água: toboágua, trampolim e uma escadinha. Claro que eu optei pela escadinha e o Lucas pelo trampolim!

De baixo
De cima!
Bundas e peixinhos!
Como sempre a água estava em uma temperatura maravilhosa e não há onda nenhuma - parece uma piscina. Já os peixes, praticamente se jogam em cima de você atrás dos pães!

Para quem tiver interesse, eles também oferecem um passeio lá, chamado Aquanautas. Nós achamos caro e meio armadilha para turista, então fugimos.

Passamos a manhã toda dentro do parque e ainda almoçamos em uma barraquinha lá dentro.
Dessa vez tinha batata!
Quando finalmente cansamos de Westview, pegamos o carrinho e fomos até uma praia. Essa foi a primeira vez que vi os locais no mar! Eram poucos os turistas e, quando perguntei para um grupo de nativos bem grande o nome da praia, ninguém soube me responder. Na verdade, nem o dono do quiosque sabia me dizer! Ficamos lá o resto da tarde toda.
Lucas curtiu :)
A praia que ninguém sabe o nome
Resolvemos aproveitar que estávamos de carrinho e paramos em um supermercado para conhecer as novidade de San Andres e é impressionante a quantidade de produtos tamanho JUMBO! 

Até as bananas são gigantes!
Como queríamos economizar dinheiro, compramos um macarrão e um molho de tomate para cozinhar no hotel, devolvemos o carrinho e fomos direto para lá.

Macarrão do Monstros S/A!!

Nossos planos iniciais eram de, no dia seguinte, pegar um barco para passar uns dias em Providência, uma ilha bem próxima a San Andres. Infelizmente, ficamos sabendo que a maré, mais uma vez, não ia nos deixar chegar lá. Para quem não quiser correr o risco de ficar sem conhecer Providência, há a opção de ir de avião também. É mais caro do que de barco, claro, mas você não fica dependendo da maré.

Por sorte, nossa pousada teria disponibilidade para que continuássemos lá durante esses dias e conseguimos cancelar o hotel em Providência sem nenhuma cobrança! No final, a história toda significou que teríamos bem mais dinheiro para os próximos dias de viagem, então nem ficamos tristes!